Dicas de apostas Brasileirão Série B

Dicas de apostas Brasileirão Série B
Foto: Site Oficial da Chapecoense - https://chapecoense.com/pt/

Confira como apostar na reta final do Brasileirão Série B

O Brasileirão Série B está em sua reta final, restando apenas 11 rodadas em disputa. Na chamada “hora da verdade”, clubes ainda brigam pelo título, acesso para à Série A e também contra o rebaixamento para à Série C.

Confira alguns dados interessantes que vão te ajudar para as apostas nos jogos restantes do Brasileirão Série B.

Quem sobe para a Séria A em 2021?

Chapecoense e América Mineiro estão com um pé na Série A, inclusive, são as duas equipes que neste momento brigam pelo título. A expectativa é de que ambos confirmem o acesso em breve, já que os catarinenses têm uma vantagem de 11 pontos para o 5º colocado e o Coelho de 7 pontos.

A briga pelas duas vagas restantes está bem interessante. Sampaio Corrêa e Cuiabá estão no G4 hoje, ambos com 44 pontos, e são os favoritos para conseguirem o acesso.

Em 5º, vem o Juventude, com 43, seguido pelo CSA com 40. Os clubes que ainda sonham não param por aí, e incluem o Guarani, que está embalado, a Ponte Preta, Confiança, e até mesmo a dupla Avaí e Cruzeiro, com 37 e 35 pontos, mas para esses é improvável.

De todos os citados fora do G4, o Guarani é o clube que mais “assusta” as equipes de cima da tabela, pois cresceu no momento certo e o que era um sonho pode se tornar realidade.

Leia também do Lance! – KTO, um passo além na emoção do esporte

O fator casa realmente prevalece no Brasileirão Série B 2020?

O mando de campo é fundamental no Brasileirão Série B, mas nada adianta se não tiver uma campanha consistente também fora de casa. O melhor mandante é o Cuiabá, com 32 pontos em 15 jogos, seguido pelo CSA, com 28 em 14 partidas, e pelo Juventude, com 27 pontos em 15 duelos. A Chapecoense, líder geral, está na 4ª posição no ranking dos mandantes com 25 pontos, mas tem três jogos a menos na Arena Condá.

O América Mineiro, que briga pelo título, tem apenas a oitava melhor campanha em casa, precisando melhorar em seus domínios se ainda quiser ficar com a taça.

Quais são as opções de apostas mais atrativas para o usuário na competição?

Levando em considerações as partidas até o momento foram 582 gols em 269 jogos, uma média de 2,16 bolas nas redes por duelo. Nessa nota de corte, todos podem ficar em alerta para dois mercados: acima de 1,5 gols e abaixo de 2,5 gols na partida, variando de acordo com as equipes que jogam e os valores das odds.

Por exemplo, o Juventude com 41 gols e o Sampaio Corrêa com 40, são os melhores ataques, ficando assim com a primeira opção, já que os jogos deles devem ter bastante gols. Já a Chapecoense, que tem a melhor defesa com apenas 10 gols sofridos, é uma boa opção para abaixo de 2,5 gols no duelo.

Ainda falando da Chape, a opção “ambos não marcam” se torna bem atrativa, pois a defesa dos Guerreiros da Arena Condá é bem eficaz, sendo vazada em poucos duelos. Outra boa dica de aposta é seguir os já mencionados “bons mandantes”, apostando nas vitórias dos mesmos em casa.

E em relação ao rebaixamento?

Com apenas 16 pontos ganhos em 27 jogos, o Oeste faz uma campanha péssima, com um pé e meio na Série C. A equipe venceu apenas três vezes até o momento e deve confirmar o rebaixamento com diversas rodadas de antecedência.

Botafogo-SP e Náutico, com 23 e 24 pontos, também estão com o rebaixamento bem encaminhado, e apenas uma recuperação nos últimos duelos poderá salvar um dos dois. Na briga para não cair, o Figueirense, com 28 pontos, e o Paraná, com 29, são os mais cotados, com apenas um podendo se salvar.

Brasil de Pelotas e Vitória, com 33 pontos, além de Operário e CRB, ambos com 34, têm o sinal de alerta ligado, mas não devem cair nesta temporada.

Como se saiu o Cruzeiro?

Cotado para o acesso e título, o Cruzeiro levou um duro golpe logo de cara, perdendo seis pontos na Fifa. Com um futebol fraco, a Raposa passou boa parte da competição na zona de rebaixamento, inclusive preocupando os seus torcedores.

Ao longo da competição, chegaram nomes conhecidos, como o zagueiro Manoel e o atacante Rafael Sobis, além do treinador Felipão. Com eles, o clima mudou e a equipe deixou a zona de rebaixamento para trás, inclusive sonhando com um improvável acesso, mas para isso é necessário um verdadeiro milagre nas últimas rodadas.