Como apostar nos amistosos da seleção: tutorial completo para se dar bem na jogada

Confira as principais dicas para palpites certeiros no próximo amistoso da seleção brasileira

Os amistosos podem não valer muita coisa para a seleção brasileira de futebol. Afinal, eles servem para o treinador Tite testar jogadores e táticas. Por outro lado, o lado dos apostadores, esses jogos festivos podem valer muito. 

Mas para se dar bem nesses jogos é necessário conhecer algumas dicas valiosíssimas. E essas dicas são o assunto deste texto. Embarque nessa e confira como apostar nos amistosos da seleção!

Bandeiras em palitos de três países diferentes atrás da bandeira do brasil em gramado

Brasil como mandante, mas ele vai jogar em solo brasileiro?

Na maioria das vezes, a seleção brasileira faz seus amistosos em outros países. Utilizando a temporada de 2019 como base, a última antes da pandemia do novo coronavírus, o Brasil fez 16 jogos, 6 pela Copa América e 10 amistosos. 

Os amistosos contra Panamá, República Tcheca, Colômbia, Peru, Senegal, Nigéria, Argentina e Coréia do Sul aconteceram fora do território brasileiro, com direito a um Superclássico Brasil-Argentina em Riade, capital da Arábia Saudita. 

Em todos eles, o Brasil aparecia como mandante, exceto contra a República Tcheca. Desse modo, fica claro que o nosso selecionado joga mais fora do que dentro do país. 

Seleções sem expressão no cenário mundial

O Brasil é o único time na história do futebol a vencer a Copa do Mundo em 5 oportunidades (1958, 1962, 1970, 1994 e 2002). Portanto, todos esperam amistosos contra seleções relevantes, equipes de destaque. 

Mas nem sempre é assim. Na reta final de preparação para a Copa do Mundo de 1998, o Brasil encarou Andorra, um país de 468 km² localizado entre a França e a Espanha, que jamais jogou uma Copa. 

Para chegarem entrosados na Copa de 2006, Ronaldinho, Ronaldo, Adriano, Kaká e companhia enfrentaram o modesto Lucerna, time que estava na segunda divisão da Suíça. 

Outro curioso amistoso da seleção brasileira aconteceu em 2010, contra o Zimbabwe. Apenas 5 dias depois, em 7 de junho, o Brasil enfrentou a Tanzânia.

Devido a disparidade técnica, os amistosos do Brasil costumam terminar em vitória brasileira e, em algumas vezes, placares elásticos. Portanto, palpites em mercados de gols podem ser bem atraentes. Assim como apostas em handicap. 

O mercado de handicap serve para equiparar times fracos com times fortes. Ou seja, se você apostar “Brasil -2 gols”, a seleção deve ganhar por 2 gols de diferença. Seria como se o time entrasse em campo perdendo por 2 gols. 

Mas qual o motivo para escolher o handicap, e não optar pelo tradicional mercado 1×2? Simples, jogos envolvendo equipes com diferenças técnicas enormes oferecem odds baixos para 1×2.

Tome muito cuidado com os amistosos 

Apostar em amistosos da seleção brasileira é bem divertido, mas traz alguns riscos. Para evitá-los, veja as dicas de apostas a seguir.

Antes de inserir o palpite, estude e busque por informações do jogo. Pode ser que Tite convoque jogadores para testá-los. Jogadores que não costumam aparecer na lista de convocados para a Copa América e Copa do Mundo. Com isso, o nível técnico da seleção deve cair. 

Em alguns casos, as estrelas são convocadas, mas jogam apenas o 1º tempo. Na etapa complementar, o Brasil pode voltar do vestiário com um time totalmente diferente, com mudanças em todas as 11 posições. Nos amistosos não há limitação de substituições. 

Em amistosos preparatórios para a Copa do Mundo, o Brasil opta por convocar apenas figurinhas carimbadas nas convocações, como Neymar, Alisson, Coutinho, Richarlison e Gabriel Jesus. 

Por se tratar de uma partida sem peso, a tendência é que os craques joguem abaixo do esperado, evitando lesões. Para deixar mais claro, vamos ao exemplo.

Um amistoso entre Brasil e Singapura tem cara de goleada da seleção, não é mesmo? Ainda mais se a escalação da seleção estiver recheada de craques. 

Assim, você aposta em handicap. Mas no intervalo, Tite trocou os 11 jogadores, e voltou com uma formação que jamais jogou junta com a camisa da seleção. Essa mudança diminui consideravelmente as chances de goleada. E a sua aposta cai por terra.

imagem ao pôr do sol de estádio com campo vazio e arquibancadas cheias

Como apostar nos amistosos da seleção 

Agora sim, você está por dentro de todos os benefícios e perigos dos amistosos, está prevenido para o próximo amistoso da seleção!  Só falta saber como apostar nos amistosos da seleção

Primeiramente, é necessário escolher uma casa de apostas confiável. No Brasil, a melhor opção se chama KTO, sinônimo de segurança, melhores odds, mercados populares e, é claro, muita diversão. 

 A KTO foi fundada por um grupo de amigos apaixonados por apostas seguras. E desembarcou em solo brasileiro no ano de 2018. Desde então, caiu no gosto dos brasileiros graças a seu atendimento personalizado e as parcerias com Esquiva Falcão, primeiro medalhista olímpico no boxe, e Magno Navarro, apresentador dos canais Sportv. 

Para se cadastrar, acesse o site da KTO. Depois disso, clique no botão “Registre-se” e crie a sua conta! É fácil, rápido e seguro apostar na KTO. 

Pronto, você já sabe como apostar nos amistosos da seleção, basta esperar eles acontecerem. Em 2021, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou 2 jogos preparatórios para a Copa América, que acontece entre os dias 13 de junho e 11 de julho. As duas partidas serão disputadas em solo brasileiro. Os odds costumam ser divulgados dias antes do duelo.

  • 05/06 – Brasil x Catar – Estádio Beira Rio
  • 09/06 – Brasil x Honduras – Estádio Mané Garrincha