Dicas de apostas na NASCAR

Para quem é fã de automobilismo, apostar na NASCAR pode ser mais uma oportunidade interessante para poder se divertir e sair no lucro

O automobilismo é um esporte muito acompanhado pelos torcedores nos Estados Unidos, principalmente quando o assunto é a NASCAR (National Association for Stock Car Auto Racing). A entidade é a que organiza um dos maiores campeonatos de corridas automobilísticas do mundo. Apostar na categoria é muito fácil e você verá o porquê neste artigo.

Sua popularidade se estende também por outros países, inclusive no Brasil, onde os apaixonados por corridas sempre estão ligados nesta competição que se estende pelo ano todo, por mais que não haja nenhum piloto tupiniquim na disputa da NASCAR. Ao fim da temporada, ainda ocorre o Chase for the Sprint Cup, nos meses de outubro e novembro, geralmente.

Em 2020, apesar das mudanças ocorridas em algumas etapas devido à pandemia de Covid-19, mais uma temporada da NASCAR foi concluída. Os torcedores mais apaixonados acompanham cada etapa e encontram oportunidades de apostas em nas corridas, além disso, já se preparam para poder palpitar sobre quem será o grande campeão do ano.

Então se você deseja apostar na NASCAR, você deve entender um pouco melhor sobre as possibilidades. Portanto, vamos levá-lo a conhecer quais os principais tipos e formas para se divertir apostando em automobilismo.

Leia também do Lance! – KTO, um passo além na emoção do esporte

Tipos de apostas na NASCAR

Basicamente as apostas seguem o rumo da escolha de qual será o piloto vencedor da corrida. É bastante interessante observar quais são os principais nomes da categoria, para poder fazer uma boa escolha.

Nos últimos anos, quem anda dominando a maioria das corridas é Kevin Harvick. Sabendo disso, é bem provável que ele seja o vencedor, se todas as condições estiverem normais. 

Assim, suas odds serão as mais baixas oferecidas pela casa de apostas, pois existe uma probabilidade maior de vitória, gerando uma aposta com menor risco.

Outra forma com a qual o apostador pode cravar seu palpite é tentando prever quem será o campeão da temporada. Este tipo de aposta da NASCAR é feito com odds mais elevadas ainda antes do início da temporada.

Lembramos também que o campeão da temporada é aquele que vence o Chase for the Sprint Cup, que é em formato mata-mata. Esse tipo de disputa reúne os 16 melhores corredores da temporada regular, e é realizado nas últimas 10 corridas.

A partir das opções, como definir o palpite?

Há alguns pontos que devem ser levados em conta para que se faça a escolha e tenha êxito no palpite dado. A primeira dica neste sentido é a de que o apostador sempre deve se manter muito bem informado sobre tudo o que ocorre na competição.

Além disso, não dá para separar os números estatísticos, pois poderá ser a partir deles, que poderá ser encontrado um panorama ainda mais completo do desempenho de cada um dos pilotos dentro de determinada etapa.

Existem aqueles que costumam sempre ser os favoritos. No caso, estamos nos referindo a Kevin Harvick e Kyle Busch, por exemplo. Cada um com seu estilo, mas com boas chances de faturar diversas etapas. Por isso é necessário acompanhar de perto um pouco mais sobre o desempenho em cada local das corridas, pois o clima e até mesmo detalhes das pistas podem condicionar um dos dois à vitória. Dessa forma, o valor de odds oferecidos a quem escolher um dos dois, provavelmente será mais baixa, mas ainda assim, são boas opções.

Claro que também não podemos excluir os outros pilotos que também fazem parte da atualidade na NASCAR e, provavelmente serão justamente esses outros que servirão odds mais altas, por serem escolhas mais improváveis.

O critério, então, sempre será pelo desempenho dos pilotos naquela mesma etapa em edições anteriores ou então será determinada pela sequência do piloto e da equipe. No caso de boa fase, mesmo que não sejam pilotos favoritos ao título, podem beliscar o primeiro lugar em uma sequência de corridas do calendário anual.

Existem pilotos, inclusive, que vivem em constantes altos e baixos, dependendo de diversos fatores para poder chegar à frente de seus oponentes. Dessa forma, também conta bastante traçar análises mais completas para tentar descobrir quem está com a confiança em dia e quem não está passando por um bom momento.

Não há como separar, na maioria das vezes, as duas coisas. Portanto, se a sequência for positiva e os resultados anteriores também contribuírem para a escolha, é bem provável que esteja escolhendo o caminho certo. Mas lembre-se, como em todos os esportes a motor, o fator humano e mecânico pode definir um resultado.

Portanto, olho sempre aberto na escolha, pois, apesar de individual nas pistas, o automobilismo também é um esporte em equipe, que mobiliza diversas pessoas para ajudar no desempenho, como os mecânicos.

Circuito mais famoso da NASCAR

Felizmente, a NASCAR costuma trazer pistas bastante tradicionais e, apesar da maioria contar com circuitos completamente ovais, cada um deles apresenta uma atmosfera diferente. E, sem dúvidas, uma das corridas com maior pompa diante de todo o calendário são as 500 milhas de Daytona.

Além desta, você já deve ter ouvido falar em mais algumas dessas etapas:

Talledega –  Para quem já possui algum tipo de familiaridade com as corridas da “Stock Car” americana, percebe que esta é uma etapa bastante particular da competição, em que ocorre sempre o chamado “Big One”, que são os acidentes envolvendo diversos carros em determinado local da pista.

600 milhas de Charlotte – Costumamos ouvir bastante sobre 500 milhas em diversos tipos de campeonatos de automobilismo, mas neste caso a prova é ainda mais longa, apresentando 600 milhas, o equivalente a 965,606 km (um pouquinho menos que a distância entre a cidade de São Paulo-SP até Vitória-ES). A realização desta etapa costuma ser no mesmo final de semana do GP de Mônaco, na Fórmula 1 e das 500 milhas de Indianápolis, pela Fórmula Indy.

Dover – Possui um detalhe completamente diferente de outras etapas. No caso, a pista é em concreto, fazendo com que cada milha rodada seja feita em menos tempo, dando uma cara diferente ao espetáculo e exigindo ainda mais dos pilotos
Homestead – Por ser a decisão do campeonato, esta pista também não poderia ficar de fora das etapas mais especiais envolvendo a disputa entre os pilotos.